06 abril 2015

Governo de MT anuncia concurso público para professores.

Com a meta de deixar o número de professores contratados, os chamados interinos, em índices aceitáveis em relação aos efetivos, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) iniciou o processo para realização de concurso público. 

De acordo com o secretário Permínio Pinto, esse é um dos compromissos assumidos pelo governador Pedro Taques e que começa a ser colocado em prática nos 100 primeiros dias de gestão. 

Uma comissão, formada por técnicos da Seduc, da Secretaria de Gestão e do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintep), analisará a demanda, porém, dentro da previsão orçamentária do Estado. 

Após o levantamento, começa o processo para contratar a empresa que será responsável pelo concurso. Atualmente, 60% dos professores da rede estadual são contratados. 

A proposta da atual gestão é se organizar para, ao longo dos quatro anos, alcançar uma média histórica de professores efetivos. 

O secretário de Estado de Educação, Permínio Pinto, lembra que há uma decisão judicial para realização do concurso que será cumprida pelo Governo, muito embora pudesse ter recorrido para reverter a determinação, já que a demanda vem de governos anteriores. 

Segundo ele, também nestes primeiros 100 dias de Governo, foram colocadas em prática metas consideradas ousadas à Educação, como a discussão do Sistema Ciclado de Ensino, implantado no Estado há mais de uma década e que gera questionamentos dos próprios educadores, pais e estudiosos no assunto. 

Para debater o Sistema Ciclado, a comissão, criada por meio de portaria, realizará audiências de maneira que envolva todas as regiões do Estado. 

Essa comissão é formada por técnicos da Seduc, Conselho Estadual de Educação (CEE), Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MT), União dos Conselhos Municipais de Educação de Mato Grosso (Uncme), Sintep e Assembleia Legislativa. 

Fonte: http://www.cenariomt.com.br/